Número de créditos: 4

Carga horária: 60
Ementa:
Esta disciplina tem como objetivo estudar o Sujeito e sua Subjetividade na atualidade e a construção da identidade, do gênero e da sexualidade no contexto escolar e na educação informal. Objetiva, enfim, pesquisar o impacto das transformações pós-modernas na construção do sujeito, com base nas teorias pós-estruturalistas de gênero e sexualidade, assim como, nas teorias psicanalíticas vinculadas à Educação.

Objetivos:

Bibliografia:
BARONE, Leda Maria Codeço. Escolarização e construção da identidade: reflexões para a formação do educador. In: OLIVEIRA, Maria Lúcia de (Org.). Educação e Psicanálise: história, atualidade e perspectiva. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003. p. 165-171.
BAUMAN, Zigmunt. Identidade. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2005.
BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001.
BOURDIEU, Pierre. A dominação Masculina. 3. ed. Rio Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.
BOZON, Michel. Sociologia da sexualidade. Rio de Janeiro: FGV, 2004.
CALLIGARIS, Contardo. A adolescência. São Paulo: Publifolha, 2000.
CARMO, Paulo Sérgio do. Culturas da rebeldia: a juventude em questão. São Paulo: SENAC, 2001.
CHAUÍ, Marilena. Repressão Sexual: essa nossa (des)conhecida. 12. ed. São Paulo: Brasiliense, 1991.
COSTA, Ronaldo Pamplona da. Os onze sexos: as múltiplas faces da sexualidade humana. 2. ed. São Paulo: Editora Gente, 1994.
COUTO, Maria Joana de Brito D’Elboux. Psicanálise e Educação – a sedução e a tarefa de educar. São Paulo: Avercamp, 2003.
EISLER, Riane Tennenhaus. O Prazer Sagrado – sexo, mito e política do corpo. Rio de Janeiro: Rocco, 1996.
ERIKSON, Erik. Identidade, juventude e crise. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1987.
ERIKSON, Erik. O ciclo de vida completo. Porto Alegre: ARTMED, 1998.
FIGUEIRÓ, Mary Neide Damico (Org.). Educação Sexual: Múltiplos temas, compromissos comuns. Londrina: UEL, 2009.
FISCHER, Rosa Maria Bueno. Problematizações sobre o exercício de ver: mídia e pesquisa em educação. Revista Brasileira de Educação. Maio/Jun/Jul/Ago 2002. n. 20. p. 83-94.
FISCHER, Rosa Maria Bueno. Televisão e educação – fruir e pensar a TV. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.
FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade Humana I: a vontade de saber. 11. ed. Rio de Janeiro: Graal,1993.
FOUCAULT, Michel. Tecnologias del yo y otros textos afines. Barcelona: Paidós Ibérica, 1991.
GIDDENS, Anthony. A transformação da intimidade: sexualidade, amor e erotismo nas sociedades modernas. 4. ed. São Paulo: UNESP, 1993.
GIDDENS, Anthony. Modernidade e identidade. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2002.
GONZÁLEZ REY. Fernando. Sujeito e subjetividade: uma aproximação histórico-cultural. São Paulo: Pioneira, Thomson Learning, 2003.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 6. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.
KUMAR, Krishan. Da sociedade pós-industrial à pós-moderna: novas teorias sobre o Mundo Contemporâneo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1997.
LARROSA, Jorge. Tecnologias do eu e educação. In: SILVA, Tomaz Tadeu. da (org.) O sujeito da educação – estudos foucaultianos. Petrópolis, Vozes, 1994. p. 35-86.
LEVISKY, David Léo. Adolescência: reflexões psicanalíticas. Porto Alegre, Artes Médicas, 1995.
LOPES, Rodrigo Barbosa. Educação, Experiência e produção de subjetividade. Disponível em: . Acesso em 12 mar. 2012.
LOURO, Guacira Lopes (Org.). O corpo educado – pedagogias da sexualidade. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.
LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação – uma perspectiva pós-estruturalista. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2001.
LOURO, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: das afinidades políticas às tensões teórico-metodológicas. Educação em Revista. Belo Horizonte, dez. 2007. n. 46. p. 201-218. Disponível em Acesso em: 12 mar. 2012.
LOURO, Guacira Lopes. Gênero: questões para educação. In. BRUSCHINI, Cristina;
UNBEHAUM, Sandra G. (orgs.) Gênero, democracia e sociedade brasileira. São Paulo: Fundação Carlos Chagas; Editora 34, 2002.
LOURO, Guacira Lopes. Um corpo estranho – ensaios sobre sexualidade e teoria queer. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.
MAHEIRIE, Kátia. Constituição do sujeito, subjetividade e identidade. Interações [online]. 2002, vol. 7, n. 13, p. 31-44. Disponível em . Acesso em: 12 mar. 2012.
MARINA, José Antonio. El rompecabezas de la sexualidad. Barcelona: Editorial Anagrama, 2002.
McDOUGALL, Joyce. As Múltiplas Faces de Eros: uma exploração psicanalítica da sexualidade humana. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
MILLETT, Kate. Política sexual. Madrid: Cátedra, 2010.
PETERS, Michael. Pós-estruturalismo e filosofia da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.
PETERS, Michael; BESLEY, Tina (orgs.). Por que Foucault? Novas diretrizes para a pesquisa educacional. Porto Alegre: Artmed, 2008.
RABINOW, Paul; DREYFUS, Hubert L. Michel Foucault, Uma Trajetória Filosófica – para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de janeiro: Forense Universitária, 1995.
SARTORI, Giovanni. Homo videns: televisão e pós-pensamento. Bauru: EDUSC, 2001.
SCOTT, Joan. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, Porto Alegre, v. 16, n. 2, p. 5-22, jul./dez., 1990.
SILVA, Tomaz Tadeu da. Documentos de identidade – uma introdução às teorias do currículo. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. p. 117-124.
STRASBURGER, Victor C. Os Adolescentes e a Mídia: impacto psicológico, Porto Alegre: Artmed 1999.
TOURAINE, Alain. ¿Podremos vivir juntos? 2. ed. México: FCE, 2000.
VEIGA-NETO, Alfredo. Foucault & a educação. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.
WOODWARD, Katryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (org.). Identidade e diferença – a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis: Vozes, 2000, p. 7-72.

Áreas de pesquisa: