O FESTIVAL : é uma iniciativa da CLARO, à criação de conteúdos divergentes e imprevisíveis, levando ao público olhares nem sempre presentes nos circuitos convencionais do cinema, utilizando tecnologia digital ou analógica, por meio da apresentação vídeos com duração entre 30 e 90 segundos.  Em sua primeira edição, sob o tema "DIVERSIDADE E INCLUSÃO", a comissão julgadora formada por profissionais de prestígio internacional selecionou esta semana os 100 melhores dentre os mais de 1.000 inscritos, e um desses 100 foi feito por alunos do Moura Lacerda.

   A IDÉIA:  O vídeo possui roteiro de Renata Batista, produção de Glaciara Barreto,com direção, filmagem e edição de Leonardo Costa, que são estudantes de Comunicação Social, (Publicidade e Propaganda) deste Centro Universitário. Conta com participação de Talita Cañas, e Lucas Paulino, que dominam a linguagem de sinais, ou LIBRAS,desempenhando papel fundamental para a construção do curta.. "A comunicação do surdo vai além de libras.Não é restrita, possui riquezas as vezes desconhecidas por outros. Como mostrado, um celular tem outras funções de comunicação a serem usadas inclusive por pessoas que não escutam." disse Talita. Foram produzidos e enviados 3 curtas, que trazem olhar positivo sobre relações de inclusão em vários âmbitos.

   RESULTADO: "Ver nosso vídeo classificado já é um orgulho e um resultado, esses concursos culturais funcionam, são combustíveis para mostra alternativa, especialmente quando defendem causas sociais." palavras de Renata. Dos 100 classificados, serão escolhidos 20 finalistas, que participarão dos workshops técnicos e debates públicos, em São Paulo, com os cineastas convidados do festival: Breno Silveira (cineasta de "2 Filhos de Francisco"), José Padilha(diretor ‘Tropa de Elite’)  Sérgio Sá Leitã( do Ministério da Cultura), Stephen Hopkins (produtor, diretor, atuando como ator em filmes como ‘O Silêncio Dos Inocentes’ ‘A lenda de Beowulf’)  e Tadeu Jungle (Diretor de cinema publicitário), feras no ramo.

   O Núcleo de Publicidade incentiva a expressão de produções independentes e oferece aos alunos infra-estrutura, programas de edição especializados. e equipamentos, ao dispor dos alunos que tenham idéias novas, conforme afirma o coordenador do curso Fernando Mello "Continuem com essas ótimas iniciativas, que terão o apoio necessário! "