Número de créditos: 4

Carga horária: 60

Ementa:
Esta disciplina discute questões do campo do currículo. Focaliza a teoria do currículo numa perspectiva histórica, destacando a teorização crítica. Aborda o conhecimento e cultura escolar. Relaciona o currículo e as políticas educacionais. Discute integração curricular e o currículo disciplinar. Trata da formação de professores destacando a reflexão no trabalho do professor, o currículo e a profissionalidade docente. Enfatiza o currículo modelado pelos professores. Trata da formação de professores e a perspectiva crítica.

Objetivos:
Dialogar com autores do campo do currículo e formação de professores.

Bibliografia:
APPLE, M. W. Podem as pedagogias críticas sustar as políticas de direita? Cadernos de Pesquisa, n.116, p.107-142, 2002. Acesso scielo: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0100-157420020002&lng=pt&nrm=iso

APPLE, M. W. Trabalho docente e textos: economia política das relações de classe e de gênero em educação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985.

BALL, S.; MAINARDES, J. (org.) Políticas educacionais: questões e dilemas. São Paulo: Cortez Ed. 2011.

FISCHMAN, G. E.; SALES, S. R. Formação de professores e pedagogias críticas. É possível ir além das narrativas redentoras? Revista Brasileira de Educação. V.15., n.43, jan/abr.2010. p.7- 20.

FREITAS, L. C. Eliminação adiada: o caso das classes populares no interior da escola e a ocultação da (má) qualidade do ensino. Educação e Sociedade, vol.28, n100-especial, p.965-987, out.2007.
Acesso: http://www.scielo.br/pdf/es/v28n100/a1628100.pdf

GIMENO SACRISTAN, J. O currículo: os conteúdos do ensino ou uma análise da prática. In: GIMENO SACRISTAN, J. e PÉREZ GÓMEZ, A. I. Compreender e transformar o ensino. Porto Alegre: Artmed,1998. p.119-147.

GIMENO SACRISTAN, J. O currículo modelado pelos professores. In: GIMENO SACRISTAN, J. O Currículo: uma reflexão sobre a prática. Porto Alegre: Artmed, 2000. p.165-199.

GOODSON, I. Etimologias, epistemologias e a emergência do currículo. In: GOODSON, I. O currículo em mudança: Estudos na construção social do currículo. Porto: Porto Ed., 2001.p.61-81.

GOODSON, I. Questionando as reformas educativas: a contribuição dos estudos biográficos na educação. In: GOODSON, I. As políticas de currículo e de escolarização. Trad. Vera Joscelyne. Petrópolis: Vozes. 2008.

LOPES, A. C. Políticas de integração curricular. Rio de Janeiro: EdUerj. 2008.
MORGADO, J. C. A cultura docente. In: MORGADO, J. C. Currículo e profissionalidade docente. Porto: Porto Ed.2005.p.73-96.

NÓVOA, A. Os professores e o no espaço público da educação. In: TARDIF, M. e Lessard, C. (org.). O ofício de professor: história, perspectivas e desafios internacionais. Petrópolis, Vozes, 2008. p.217-254.

PACHECO, J. A.; PEREIRA, N. Estudos curriculares: das teorias aos projectos de escola. Educação em Revista, v.45.p.197-221. jun.2007.

YOUNG, M. F. D. O futuro da educação em uma sociedade do conhecimento: o argumento radical em defesa de um currículo centrado em disciplinas. Revista Brasileira de Educação. V. 16, n. 48, set-dez. 2011. p. 609-623.

ZEICHNER, K. Uma análise crítica sobre reflexão como conceito estruturante na formação docente. Educação e Sociedade, 103, maio-agost, 2008, p.535-554

Áreas de pesquisa:
Educação