Sua estrutura física tem mais de 3.000 m2, com consultórios, alas de internação diurna, centros cirúrgicos para animais de pequeno, médio e grande portes, setor para exames de diagnóstico por imagem e laboratoriais; unidade atende cerca de 500 animais por mês

            O Núcleo de Atendimento Veterinário “Dr. Luís Fernando Lacerda Oliveira” completou 21 anos no último dia 8 de outubro. Alunos, professores, coordenadora e colaboradores do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto (SP), e parceiros da indústria do setor participaram de uma festa de confraternização pela data. Tutores de animais atendidos no local foram convidados para a comemoração. Houve atividades como higienização bucal dos pets, distribuição de ração e orientação alimentar, entre outras.

            Angélica Trazzi Bento de Moraes, diretora Técnica do núcleo, lembrou que a estrutura tem mais de 3.000 m2, com consultórios, alas de internação diurna, centros cirúrgicos para animais de pequeno, médio e grande portes, um setor para exames de diagnóstico por imagem e laboratoriais. Cerca de 500 animais, de pequeno e grande portes, são atendidos por mês.

            “Para nossos alunos, ter toda essa estrutura ao lado das salas de aulas faz muita diferença. Aqui teoria e prática acontecem no mesmo campus, o que facilita a vivência diária da Medicina Veterinária”, ressaltou. O núcleo e o curso estão localizados na Unidade II/Campus, em Ribeirão Preto (SP).

            Semestralmente, o Núcleo de Atendimento Veterinário oferece 60 vagas de estágios a estudantes do Moura Lacerda. O acompanhamento é feito por professores, mestres e doutores, médicos veterinários do Programa de Aprimoramento e por colaboradores altamente especializados. Os alunos, desde o primeiro semestre do curso, acompanham a rotina do hospital, através de estágios opcionais.

Presença na comunidade

            O Núcleo de Atendimento oferece, na Pós-Graduação Lato Sensu, um Programa de Aprimoramento em Medicina Veterinária, destinado a médicos que queiram se atualizar e aprofundar conhecimentos em áreas específicas da profissão. Está também prevista para o próximo ano uma parceria com a Fatesa (Faculdade de Tecnologia em Saúde), de Ribeirão Preto, para parceria em um Curso de Pós-Graduação Lato-Sensu em Cirurgias para Pequenos Animais.

            Seu funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. A unidade é uma organização sem fins lucrativos. O valor cobrado pelos atendimentos é cerca de 40% menor que o praticado em clínicas particulares. O montante é utilizado para a manutenção do local.

            Os que não podem pagar entram em um programa gratuito. Nele, os animais, com agendamento prévio, são atendidos em aulas por alunos, com supervisão de professores. Os tutores assinam uma autorização de ciência dos procedimentos. Há, ainda, uma ação social destinada a grandes animais, como os de produção leiteira, com possibilidade, por exemplo, de castração e outros procedimentos in loco. Uma parceria que deve ser criada em 2019 será com a indústria farmacêutica, para a doação de medicamentos veterinários a tutores carentes.

Reconhecimento da sociedade

            A coordenadora do Curso de Medicina Veterinária, Lúcia Sobreira, disse que o Núcleo de Atendimento Veterinário “Dr. Luís Fernando Lacerda Oliveira” tem o reconhecimento da sociedade pela alta qualidade dos serviços prestados conquistada ao longo do tempo.

            “Crescemos e nos modernizamos. Temos atendimentos em várias especialidades, como Oftalmologia, Ortopedia, Dermatologia e Cardiologia. E ainda oferecemos Clínica Geral e Cirurgias. Temos uma infraestrutura que garante qualidade, segurança e conforto aos animais, sala de recuperação, estábulo, canil e espaços para convívio. Além do benefício à comunidade, nossos alunos têm aqui uma das melhores infraestruturas de prática acadêmica do Brasil”, afirmou Lúcia Sobreira.

            O Curso de Medicina Veterinária do Moura Lacerda possui um projeto pedagógico que é, constantemente, atualizado para corresponder às realidades e às necessidades regionais, mas sempre com visão ampliada para as constantes novidades e as demandas da área. Assim, o médico veterinário formado pela instituição poderá atuar em Clínica e Cirurgia Veterinária, Produção e Reprodução Animal, Medicina Veterinária Preventiva, Inspeção e Tecnologia de Produtos de origem animal, entre outras áreas.

Vínculo com os professores

            Rodrigo di Giovanni Zanirato foi da 3ª turma de Medicina Veterinária do Moura Lacerda. Formado em 2003, atualmente é diretor Executivo da LR Pet, distribuidora dos produtos Bob Dog e Gatsy. Ele também esteve na confraternização. Zanirato disse que guarda como lembrança o convívio com os professores. “Era uma turma muito próxima. Mantenho vínculos muito fortes de amizade com muitos deles até hoje”, contou.

            A médica veterinária Isabela Romani, especialista em Odontologia para pequenos animais, formada pela Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Botucatu, fez seu Aprimoramento no núcleo. Ela disse que optou pelo Moura Lacerda por ele ter uma Pós-Graduação completa.

            “Eu conhecia uma pessoa que fazia aprimoramento aqui e elogiava muito. Busquei informações e vi que o programa era, realmente, interessante. Havia Clínica Médica, Cirurgia, Oftalmologia, Odontologia, entre outras especialidades. Por isso vim. O médico veterinário tem condições de se aperfeiçoar e aprofundar seus conhecimentos com o Aprimoramento do Núcleo de Atendimento Veterinário “Dr. Luís Fernando Lacerda Oliveira”, ressaltou Isabela Romani.

Assessoria de Imprensa: (16) 9-9131-5326